JORNAL FOLHA DE TAMANDARÉ
Rua Rolândia, 70 - Estribo Ahú | Curitiba - PR
(41) 3354.6674 - 9614.1787
folhadetamandare@folhadetamandare.com.br

Alguns centro avantes que fizeram história no futebol inclusive em nosso amador

Zé Domingos

Dia destes numa roda de conversa em torno de futebol surgiu o comentário de que a posição de centro avante está praticamente desaparecendo, pois, os times estão apresentando sistemas sem o chamado jogador referência de área e, além disto, tem sido poucos os atacantes que têm optado pela posição. O papo surgiu em função da contratação pelo Coritiba do Alecsandro que é jogador do antigo centro avante.

As opiniões foram variadas, algumas favoráveis a contratação e outras dizendo que é um jogador de idade avançada e que não se joga mais com centroavantes.

Este papo ocorrido no Bar Stuart com o desembargador Dimas Ortêncio de Melo, Moacyr, Dr. Antônio Carlos Macedo, Ernani, Jorge, Dr. Rui Valente e outros mencionou a dificuldade de centro atacantes nos dias de hoje.

Isto me fez lembrar que há algum tempo redigi um texto recordando excelentes centros-avantes tanto no futebol amador como no profissional e o destaco a seguir.

Estava com a Ana Maria fazendo compras na feira da Praça 29 de Março como em todos os domingos quando fui abordado pelo Pedro Luiz o Pedrinho um amigo de infância e ele dizendo ter lido o texto que fiz falando sobre centroavantes e que notou a ausência de alguns que foram craques. Disse que deveriam estar na relação. Expliquei que me lembrei de alguns enquanto escrevia e no desenvolvimento do texto acabei esquecendo em mencioná-los.

Em seguida Pedrinho que foi companheiro de peladas quando garotos e companheiro de torcida pelo Poti que tinha seu campo exatamente onde hoje é a Praça 29 de Março e ele cobrou que deveria relembrar os grandes centro atacantes que vimos jogando ali no campo do Poti, nos campos do Primavera, Bacacheri e do Operário do Ahú os únicos cercados dos anos 50 e 60 onde eram disputados os campeonatos da 1ª Divisão de Amadores.

Vimos ótimos centroavantes no futebol amador e alguns foram contratados por equipes profissionais como Lineu Ristow do Poti que foi para o Água Verde, Bezelin do Flamengo, Vasco da Gama e Iguaçu de Santa Felicidade que jogou por Água Verde e Palestra Itália, Orestes Pelegrin do Vasco da Gama com passagem pelo Palestra Itália, Luir do Operário do Ahú que atuou pelo Guarani de Ponta Grossa e Britânia, Gil do Operário do Ahú contratado pelo Britânia, Luizinho Antoniassi do Botafogo das Mercês com temporadas pelo Água Verde, Walter do Iguaçu de Santa Felicidade com anos de sucesso no Atlético Paranaense e Coritiba, Krueger do União Ahu contratado pelo Britânia e depois Coritiba, Bruno vindo de Araucária para o Britânia, Nenê irmão do zagueiro Nico do Trieste com passagem por Água Verde, Atlético, Bloco Morgenau e outros que não me vem a mente no momento.

 Volto ao futebol amador na sequencia, pois, agora vou destacar a mensagem do Elizeu e suas lembranças em torno de craques da camisa nove e outros que o Pedro Luiz o Pedrinho e eu recordamos do futebol brasileiro e paranaense.

Em termos de futebol brasileiro o Elizeu Rolim de Moura, campeão brasileiro de 85 pelo Coritiba hoje brilhante professor cujo pai é Osni Rolim de Moura ex-presidente da Sociedade Internacional Água Verde com ótimas gestões e que também deu pitaco em matéria sobre grandes nomes do futebol brasileiro como também fez outro piraiense do sul Luiz Fanchin Júnior hoje residente em Milão na Itália e quando cito outro é porque Osni e Elizeu são também piraienses e eu Zé Domingos sou piraiense por adoção já que passei minha infância em Castro cidade vizinha de Pirai do Sul e há muitos anos convivo com piraienses como o Dr. Jair Klichelevicz, Valmir Calveti (Mami). Ari Mainardes (Ratinho), Nelson Luiz Lima professor Nelsinho, Jorge Luiz Correa, Valentim Zanello Milleo, Marcelo Milleo ex prefeitos ,Riva Vargas Neto, Eurico Oliveira, Desmar Milleo, Tuco Volaco, José Carlos Sandrini atual prefeito, Cesar Sandrini (Cézinha), Nilson, Zepinho,  que foi ponteiro esquerdo e centro avante dos bons um  dos artilheiros do Caramuru, o mesmo acontecendo com o ponteiro direito Cezinha, Waterloo, o saudoso Getúlio Pires, Purga, Juliano Isidoro o comandante do Rancho da Costela onde as vezes nos reunimos para aquela costela sensacional  e tantos outros mencionou Romário, Roberto Dinamite e Luizinho do América, irmão de César o centro avante de temporadas de sucesso no Palmeiras.

Romário foi um extra série do futebol consagrado no Brasil e em todo mundo sendo ídolo na Holanda e Espanha onde atuou durante várias temporadas. Foi astro do Barcelona e jogou nos grandes clubes do Rio de Janeiro, mas sempre foi Vasco da Gama. Hoje luta em outra área, na politica como senador para procurar recuperar o futebol brasileiro. O baixinho campeão mundial foi na verdade um centro avante sensacional, o rei da pequena área. Sabia tudo e mais um pouco.

Roberto Dinamite é um mito como centro avante com anos de sucesso no Vasco da Gama onde foi até recentemente presidente. Goleador nato e um dos maiores ídolos da histórica do clube da cruz de malta. Foi um senhor centro avante. O outro mencionado por Elizeu, Luizinho do América.

Confesso que depois da conversa com o Pedrinho na feira quando retornava para casa pensava no que ouvi e relembrava outros centroavantes brasileiros com sucesso entre eles César irmão de Luizinho citado acima. Chamado de César Maluco foi um grande goleador. Passou por outras equipes depois de inicio no Flamengo, mas, o auge foi mesmo na chamada Academia da Sociedade Esportiva Palmeiras. Luizinho também começou no Flamengo e seus anos de glória foram no América do Rio de Janeiro.

No “diabo rubro” como é conhecido o América um centro avante de grande destaque foi Leônidas um catarinense radicado em Curitiba e que brilhou no Palestra Itália e na seleção paranaense transferindo-se para o América do Rio de Janeiro onde viveu grandes momentos chegando a atuar pela seleção brasileira.

Com a menção do Palestra Itália recordo de Bastinhos também um catarinense que veio para Curitiba estudar e aqui se destacou como centro avante do Palestra Itália o chamado “nem que morra” atuando também pela seleção paranaense.

Ainda outros centroavantes que lembrei Nunes o pernambucano com temporadas de extraordinário triunfo no Flamengo, Fluminense, seleção, Servilio da Portuguesa de Desportos e Palmeiras, Leivinha com passagens pelos mesmos clubes e também pelo futebol espanhol, Luizão revelado pelo Guarani de Campinas com passagem pelo Paraná Clube e destaque em várias equipes inclusive seleção brasileira, Coutinho, Delvecchio, Pagão, do Santos, Toninho Guerreiro do Santos e São Paulo, Enéas da Portuguesa de Desportos, Larry do Internacional de Porto Alegre, Baltazar do Coritiba, Gino do São Paulo, Humberto Tozzi do Palmeiras, Alcindo do Grêmio Porto-alegrense, Juarez do Grêmio de Porto Alegre, Carlyle do Fluminense e outras agremiações e para finalizar Valdo que foi um dos grandes artilheiros do Fluminense e atuou também na Espanha. É evidente que existem outros tantos e peço inclusive a sua colaboração em relembrar outros grandes e memoráveis centroavantes para novos textos.

Voltando ao futebol amador de Coritiba alguns grandes centroavantes à partir dos anos setenta e muitos deles tive o prazer em vê-los em ação como o japonês Fábio revelado pelo Olaria do Cremildo Foltran com passagem por Coritiba, equipes profissionais do interior do estado, Vasco da Gama do Pilarzinho onde foi campeão da 1ª Divisão de Amadores em 1.970, Teco do Caxias do Boqueirão, Genival do Trieste, Valdo também jogou como centro avante no Trieste e passou pelo Britânia, Bacelar do União Fazendinha com passagem pelo Água Verde, Doca do Vila Fani, Nico do Santa Quitéria e outras equipes de Curitiba, Eloir do Trieste, Zé Carlos do Vila Fani, Clóvis, do Ipiranga, França do Vila Hauer, Mozer do Ipiranga, Renatinho Folador ex-Coritiba com passagens por várias equipes amadoras, Joel do Caxias, Vila Fani, Operário de Ponta Grossa e outros times amadores de Curitiba, Décio do Santa Quitéria, Ipiranga, Oli Negrello do Vila Fani, Maranhão do Caxias e vários outros times amadores, Luizinho do Nova Orleans, Vila Fani e outros, Luizinho do Combate Barreirinha, Laurinho sucesso em equipes de Campo Largo e Curitiba, Eder do Combate Barreirinha e outras agremiações, Ricardo Lúcio, revelado pelo Coritiba com passagem por Caxias e outros times, Dirceu Batata do Ipiranga, Marquinhos do Urano, Vila Hauer e várias outras equipes, Neninho do Urano, Márcio Fernandes ex profissional com passagem por Vila Hauer, Edson Borges ex profissional com destaque no Coritiba com temporadas pelo Combate Barreirinha, Tula do Ipiranga, Jamanta do Caxias, Marcos Palmeiro Lima, do Nacional, José Otacílio Rocha o Rocinha, isto para citar apenas alguns.

Outros mais antigos anos 50, 60 – Wilsoca do Poti, Florindo, Botafogo das Mercês, Sinistro e Ivaico do Flamengo do Bom Retiro, King do Celeste, Arizinho do Operário Mercês, Barros um dos melhores centroavantes de todos os tempos do futebol amador do Operário Mercês, Vasco da Gama, Operário do Ahú e equipes de Campo Largo, Murici e Tubinho do Madureira, Airton do Cinco de Maio, Alvim Jareski, do Cinco de Maio, Altair do Ipiranga, Braz do Belmonte, Walfrido do Rosário do Bacacheri, Loro do Primavera, Tuta do Operário do Ahú, Dirceu do Espartanos, Zequinha do Espartanos e do Poti e outros que serão lembrados em outras matérias. Fui longe demais neste texto e peço escusas, pois, a gente vai lembrando-se de um, de outro e vai teclando.

Para concluir alguns do futebol paranaense – Ivo Rocha do Coritiba, Taico do Atlético Paranaense, Walter do Coritiba e Atlético, Fernando Augusto, Bidio, Mário Madureira, Sicupira, do Ferroviário, Odilon Silva do Atlético, Ferroviário e outras equipes, Joel do Caramuru de Castro, Braguinha do Ferroviário e do Caramuru, Oda do Rio Branco e do Coritiba, Edgar, Garoto, Soca do Grêmio Maringá, Zeca, Silvio, Miguel do Operário de Ponta Grossa, Ernesto do Guarani de Ponta Grossa, Gauchinho do Londrina e iria longe mencionando centroavantes que brilharam em nosso futebol, mas, mais uma vez me alonguei demais neste texto. Em outro mais lembranças de goleadores. “RECORDAR É VIVER”.

José Domingos Borges Teixeira

(Zé Domingos)

Rádio CBN – AM 670, Internet e aplicativos de segunda a sexta feira das dezessete às dezenove horas CBN Esportes e transmissões de jogos – telefone (41) 99972-0129 (Zé Domingos) – e-mail  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


FILIADA À ADJORI - Associação dos Donos de Jornais e Revistas do Estado do Paraná
31 anos de circulação CNPJ: 05.241.886/0001-89 FUNDADOR: Antônio Rodrigues Dias (in memoriam)
DIRETOR-PRESIDENTE E JORNALISTA RESPONSÁVEL: Leônidas A. R. Dias - DRT 234/02/18v-PR
CHEFE DE REDAÇÃO: Jair Rodrigues Dias Júnior
DIAGRAMAÇÃO, ARTE E PRODUÇÃO: Exceuni - Aldemir Batista (41) 3657-2864 / 9983-3933 Tamandaré
Central de Computação Gráfica: Tel: (41) 3657-2864
REDAÇÃO E ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA: Rua Rolândia, 70 - Estribo Ahú
Curitiba-PR Cep.: 82560-110 - Tel.: 3354-6674 / 9614-1787.
E-MAILs: folhadetamandare@folhadetamandare.com.br | folhadetamandare@terra.com.br
SITE: www.folhadetamandare.com.br